terça-feira, 18 de outubro de 2016

A neurorreligação em nove passos

Observação: este pequeno artigo é o único deste blog onde coloco a fé e o acreditar no sentido em que eles são produzidos por reações físico-químicas, e também responsáveis pela evolução do cérebro humano, como explico no artigo "O acreditar e a fé como vantagens evolutivas" (http://orelativismodasreligioes.blogspot.com.br/2014/05/o-acreditar-e-fe-como-vantagens.html) em outro blog meu, "O relativismo religioso - Como eu o vejo" - http://orelativismodasreligioes.blogspot.com.br.

01 - Sentimentos, emoções e toda a nossa racionalidade serviram à evolução para a perpetuação da espécie humana na Terra;

02 - O acreditar e a fé são sentimentos e consequentemente também serviram à evolução;

03 - Cada religião e, portanto, todas as crenças são relativas e não absolutas. É o relativismo religioso;

04 - Nós humanos sempre criamos valores religiosos diferentes uns dos outros,  no tempo e no espaço, devido ao relativismo religioso. Esses valores foram e são criados pela capacidade humana da imaginação, não existindo nenhum fator ou ente sobrenatural no universo. Eles não estão ligados a nada real, verdadeiro, mas possuem força quando evocados.

05 - O acreditar e a fé são absolutas no ser humano, ou seja, nós nascemos com essas capacidades mas iremos utiliza-las dependendo das crenças às quais fomos submetidos a aprender desde crianças. Poucas pessoas mudam suas crenças, e talvez de religião, no decorrer de suas vidas; (1)

06 - As práticas religiosas com os seus valores servem para aliviar sintomas emocionais negativos decorrentes de  questionamentos existenciais e/ou de muitas perturbações afetando o nosso bem estar psíquico;

07 - Por outro lado as meditações e terapias também servem aos propósitos do item anterior;

08 - Meditações, terapias e as práticas religiosas alteram a funcionalidade e/ou as estruturas de regiões cerebrais, melhorando em graus variados para cada pessoa, suas qualidades de vida. É a neuroplasticidade;

09 - A cada uma dessas melhorias psíquicas eu chamo de Neurorreligação. Religação com o mundo: família, trabalho, vida social.   

Notas:

1 - Você pode argumentar que é ateu, que não possui crenças, mas, pelo menos, acredita e possui fé em si mesmo.
Postar um comentário